Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

Revisional para o ENEM-2016: Compreensão textual e Aspectos gramaticais

1 575 vues

Publié le

Gêneros textuais, Tipos textuais, Padrões linguísticos, Variação linguística, Funções da linguagem, Estratégias argumentativas, Ironia, Ambiguidade, Polissemia, Valor dos articuladores, Processos de interação discursiva, Aspectos do verbo, Pronomes e coesão textual, Salinha de redação, Salinha de redação em BH, Salinha de redação em Belo Horizonte.

Publié dans : Formation
  • Soyez le premier à commenter

Revisional para o ENEM-2016: Compreensão textual e Aspectos gramaticais

  1. 1. revisional prevê para o ENEM-2016 AspetosgramaticaiseCompreensãotextual Manoel Neves
  2. 2. Disponível em: h/p://www.conversadeportugues.com.br. Acesso em 18 out. 2016.
  3. 3. QUESTÃO 01 revisional prevê para o ENEM-2016 Os usos sociais da língua dizem respeito à condição de produção, de circulação e de recepção da fala. Na Irinha acima, percebe-se que: a) Há uma interação oral instantânea na qual se percebem traços do discurso argumentaIvo. b) As duas falantes usam o mesmo registro linguísIco. c) A intencionalidade que norteia a construção discursiva é solicitar informações acerca de onde se poderia tomar certo ônibus. d) Apesar de se tratar de um diálogo, notam-se três modalidades de registros linguísIcos na Irinha. e) No diálogo estabelecido pelas personagens, não há presença de traços da língua formal, padrão.
  4. 4. SOLUÇÃO COMENTADA revisional prevê para o ENEM-2016 Na história em quadrinhos em análise, há duas personagens que dialogam, ou seja, fazem uma interação oral instantânea. Em sua conversa, falam sobre certo dicionário Português mineirês. Posto que o discurso das interlocutoras está modalizado [úteis, claro], pode-se inferir que nele haja traços argumentaIvos. Sendo assim, deve-se assinalar a alternaIva “a”. Quanto às demais alternaIvas: b) enquanto a falante loira usa apenas o padrão formal da língua; a morena vale-se tanto da norma culta quanto da coloquial [na medida em que dá um exemplo de como se usar o mineirês]; c) o tema da história em análise é a uIlidade do dicionário portado por uma das interlocutoras; d) há apenas dois padrões linguísIcos presentes na Irinha, a saber: o formal e o informal [variação regional caipira]; e) com exceção do trecho que aparece entre aspas no úlImo quadrinho, em todas as demais falas, nota-se a presença do padrão formal da língua portuguesa. conteúdos abordados na questão .pos textuais, padrões linguís.cos, variação linguís.ca, modalização do discurso
  5. 5. Disponível em: h/p://www.conversadeportugues.com.br. Acesso em 18 out. 2016.
  6. 6. QUESTÃO 02 revisional prevê para o ENEM-2016 No que diz respeito às intencionalidades que subjazem à arIculação do discurso e aos elementos estruturais uIlizados em sua construção, percebe-se, nesta Irinha, a presença das funções: a) estéIca e expressiva. b) denotaIva e apelaIva. c) poéIca e referencial. d) referencial e metalinguísIca. e) poéIca e apelaIva
  7. 7. SOLUÇÃO COMENTADA revisional prevê para o ENEM-2016 Na Irinha em análise, nota-se a presença de três funções da linguagem, a saber: poé.ca ou esté.ca: construção arasIca que se arIcula por intermédio de hipérbato e de elementos tanto da linguagem verbal quanto da não verbal; emo.va ou expressiva: a presença de modalizadores discursivos certamente é um traço argumentaIvo presente na Irinha; metalinguís.ca: na texto em análise, usa-se a linguagem para se analisar o processo discursivo [palavras, sintaxe]. Deve-se, portanto, marcar a letra “a”. conteúdos abordados na questão funções da linguagem
  8. 8. Hoje não dá Hoje não dá A maldade humana agora não tem nome Hoje não dá Pegue duas medidas de estupidez Junte trinta e quatro partes de menIra Coloque tudo numa forma Untada previamente Com promessas não cumpridas Adicione a seguir o ódio e a inveja Dez colheres cheias de burrice Mexa tudo e misture bem E não se esqueça antes de levar ao forno temperar Com essência de espirito de porco Duas xícaras de indiferença e um tablete e meio de preguiça [...] Vou consertar a minha asa quebrada E descansar LEGIÃO URBANA. Os anjos. Disponível em: h/p://www.letra.terra.com.br. Acesso em 17 out. 2016. Fragmento.
  9. 9. QUESTÃO 03 revisional prevê para o ENEM-2016 Os gêneros textuais arIculam-se a parIr de estruturas, de intencionalidades e de usos linguísIcos bastante específicos. No fragmento da letra de música Os anjos, percebem-se traços do gênero textual a) poema, devido à presença da linguagem figurada, do refrão e de versos isométricos. b) texto de autoajuda, posto que se notam no texto as etapas de execução de um plano de metas. c) receita, na medida em que, em parte do texto, listam-se ingredientes e apresenta-se o modo de preparo. d) diário, pois o locutor constrói seu discurso a parIr de pequenas narraIvas e de comentários acerca do mundo. e) aforismo, porque o sujeito poéIco quer unicamente construir reflexões existenciais acerca do mundo que o cerca.
  10. 10. SOLUÇÃO COMENTADA revisional prevê para o ENEM-2016 Há, na letra de música em análise, traços do gênero poema [versos, estrofes, conotação – forma/ untada prevaiamente/ com promessas não cumpridas –], do gênero texto de autoajuda [presença de instruções: pegue, coloque, adicione] e do gênero receita [lista de ingredientes, componentes, modo de preparo]. Posto que os versos do texto em análise não estão metrificados e que não existe um plano de metas no fragmento transcrito, deve-se assinalar a letra “c”. conteúdos abordados na questão gêneros textuais: receita, poema, texto de autoajuda; intertextualidade intergêneros
  11. 11. A diferença entre uma democracia e um país totalitário é que numa democracia todo mundo reclama, ninguém vive saIsfeito. Mas se você perguntar a qualquer cidadão de uma ditadura o que acha de seu país, ele responde, sem hesitação: “Não posso me queixar”. FERNANDES, Millôr. Millôr definiIvo: a biblia do caos. Disponível em: G1 Educação. Acesso em: 22 ago. 2016.
  12. 12. QUESTÃO 04 revisional prevê para o ENEM-2016 Para produzir o efeito de humor no texto, o enunciador uIlizou um recurso linguísIco inItulado: a) analogia, pois nota-se claramente a comparação entre dois regimes poliIcos. b) a interação discursiva, manifesta pelo contato direto com o locutor. c) a polissemia, que permite ao leitor entrever vários senIdos para uma expressão. d) a ironia, que possibilita ao leitor perceber que a intenção do locutor é afirmar o contrário daquilo que diz. e) a ambiguidade, que permite compreender de duas formas uma sequência textual presente no texto.
  13. 13. SOLUÇÃO COMENTADA revisional prevê para o ENEM-2016 No texto em análise, existe um enunciado claramente ambíguo: “Não posso me queixar”, que pode ser entendido de duas formas: a) nada tenho a reclamar; b) estou impedido de falar. Deve-se, portanto, assinalar a alternaIva “e”. conteúdos abordados na questão ambiguidade, humor, polissemia
  14. 14. Disponível em: h/p://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/cartum/cartunsiarios/#14/11/2014. Acesso em 15 nov. 2014.
  15. 15. QUESTÃO 05 revisional prevê para o ENEM-2016 Os quadrinhos compõem gêneros textuais usualmente verbo-imagéIcos que se valem de estratégias diversas para gerar humor. Nesse senIdo, o cumprimento do objeIvo da Irinha de Fernando Gonsales exige do leitor, principalmente: a) atenção às expressões faciais das personagens envolvidas. b) avaliação da gravidade da ameaça conIda na resposta do menino. c) conhecimentos de dados extratextuais do universo ficcional. d) entendimento do tom irônico na escrita da carta do garoto. e) percepção da simultaneidade temporal existente entre os quadros.
  16. 16. SOLUÇÃO COMENTADA revisional prevê para o ENEM-2016 Vários são os elementos arIculados para a produção de senIdo na história em quadrinhos em análise. Merecem destaque, entretanto, os olhares de Papai Noel [no segundo quadrinho] e de Bruno Corleone Júnior [no terceiro quadrinho], além do fato de o menino ganhar, depois de enviada a ameaça, cinco pôneis. Para o leitor entender o moIvo da realização do desejo do menino, é preciso fazer associação do sobrenome do personagem ao do Poderoso Chefão, personagem da história e do cinema, conhecido por comandar a máfia norte-americana com mãos de ferro na primeira metade do século XX. Deve-se, pois, assinalar a alternaIva “c”. conteúdos abordados na questão intertextualidade
  17. 17. Disponível em: h/p://www.propagandashistoricas.com.br. Acesso em: 21 out. 2016.
  18. 18. Variação linguísIca é o modo pelo qual uma língua se diferencia, sistemáIca e coerentemente, de acordo com o contexto histórico, temporal, geográfico no qual os falantes dessa língua se manifestam verbalmente. Disponível em: h/p://www.pt.wikipedia.org. Acesso em 11 fev. 2015.
  19. 19. QUESTÃO 06 revisional prevê para o ENEM-2016 Com base na observação dos elementos linguísIcos da peça publicitária e na definição apresentada, constatam-se exemplos de variantes linguísIcas relaIvas ao tempo quando se uIlizam as expressões: a) “sardas” e “manchas”. b) “pannos” e “defeza”. c) “drograrias” e “ordem”. d) “depósito” e “obIver”. e) “chimico” e “Onken”.
  20. 20. SOLUÇÃO COMENTADA revisional prevê para o ENEM-2016 Nesta questão, avaliou-se a capacidade de o aluno perceber as alterações que as palavras podem sofrer ao longo do tempo. Nessa perspecIva, ele deveria idenIficar que a grafia de pannos, de defeza e de chimico foi alterada para “panos”, “defesa” e “químico”. Posto isso, deve-se marcar a alteranIva “b”. conteúdo abordado na questão variação linguís.ca [histórica ou diacrônica]
  21. 21. A curiosidade de um ouvinte belo-horizonIno foi despertada após escutar o slogan de uma estação de rádio de sua cidade natal. Ele pensou, então, que haveria duas possibilidades de escrita, grafadas a seguir: I. Alvorada, 94.9 FM. Você sabe por que ouve. II. Alvorada, 94.9 FM. Você sabe, porque ouve.
  22. 22. QUESTÃO 07 revisional prevê para o ENEM-2016 A diferença na escrita das palavras em destaque implica à interpretação dos slogans: a) duplicidade de senIdos, pois o texto I exprime a ideia de “razão”, e o II a de explicação. b) ideia de consequência de um fato no texto I, e noção de causa no texto II. c) incoerência, posto que os pronomes relaIvos nos textos I e II estão mal- empregados. d) redundância, já que existe certeza do informado nos dois textos. e) semelhança de senIdo, mas classificações morfológicas diferentes.
  23. 23. SOLUÇÃO COMENTADA revisional prevê para o ENEM-2016 Deve-se assinalar a alternaIva “a”, pois a palavra “porque” pode ser lida de duas formas e indicar moIvo [por que, separado e sem acento = moIvo pelo qual] ou explicação [porque, junto e sem acento]. conteúdos abordados na questão valor dos ar.culadores
  24. 24. Disponível em: h/p://www.renatomonIlla.blogspot.com. Acesso em: 29 dez. 2014.
  25. 25. QUESTÃO 08 revisional prevê para o ENEM-2016 No texto publicitário anterior, o ditado “quem tem pressa come cru” é usado como base para a propaganda do produto porque a) sugere uma moral acerca da falta de honesIdade das propagandas enganosas, o que traz originalidade à proposta. b) revela a má condição do alimento comercializado com entregas rápidas, esImulando o consumidor a ter paciência na espera. c) reitera a popularidade do alimento oferecido pela empresa, que é produzido rapidamente devido à quanIdade de clientes. d) explicita que quem deseja comer bem precisa acelerar a roIna para acompanhar a produção do bom alimento. e) apresenta uma quebra de expectaIva por meio de sua adaptação, com uma ideia oposta à popularmente esperada.
  26. 26. SOLUÇÃO COMENTADA revisional prevê para o ENEM-2016 A peça publicitária em análise visa a vender comida japonesa. Nesse senIdo, é fácil perceber que o enunciador apropriou-se da expressão “apressado come cru” e atribuiu a ela um novo senIdo. Deve-se, portanto, assinalar a alternaIva “e”. conteúdos abordados na questão [teorias da] enunciação polifônica, intertextualidade, gênero textual: propaganda
  27. 27. GALVÃO, J. Disponível em: h/p://fotografia.folha.uol.com.br. Acesso em: 09 jan. 2015.
  28. 28. QUESTÃO 09 revisional prevê para o ENEM-2016 Charge é um gênero publicado geralmente nos cadernos de opinião de jornais, e, por meio do humor, reflete criIcamente sobre temas coIdianos. Por isso, muitas vezes, as charges demandam, por parte do leitor, conhecimentos sobre uma situação contemporânea. Para perceber a intenção críIca da charge anterior, o leitor precisaria estar informado sobre acontecimentos relevantes do estado de São Paulo em 2014, como a) a baixa venda no comércio. b) a crise de energia elétrica. c) a desaceleração da economia. d) a falta de água nos reservatórios. e) a redução do poder de compra.
  29. 29. SOLUÇÃO COMENTADA revisional prevê para o ENEM-2016 A presença do cacto, de uma pia e de uma torneira sinalizam para o leitor que o tema da charge relaciona-se, de alguma maneira, com a água ou com a falta dela. Posto isso, deve-se assinalar a alternaIva “d”. conteúdos abordados na questão gênero textual: charge
  30. 30. Disponível em: h/p://ospontosdevista.blogs.sapo.pt. Acesso em: 30 jan. 2015.
  31. 31. QUESTÃO 10 revisional prevê para o ENEM-2016 O anúncio explora um recurso gramaIcal importante para o gênero textual em questão, que consiste no(a) a) apresentação de elementos correspondentes ao que é exposto no texto visual. b) emprego de formas verbais no imperaIvo como estratégia de persuasão direta do público-alvo. c) uso de um único adjeIvo para dar a este toda a importância caracterizado. d) uIlização de comparação, evitando o emprego da metáfora pelo seu caráter subjeIvo. e) uIlização da palavra “mais” como advérbio, modificando um adjeIvo, e como adjeIvo, caracterizando substanIvos.
  32. 32. SOLUÇÃO COMENTADA revisional prevê para o ENEM-2016 A gênero textual propaganda visa a vender produtos, serviços ou ideias por intermédio do uso de estratégias apicas dos discursos argumentaIvos e injunIvos, dentre os quais se destacam os processos de interação discursiva [a saber: primeira pessoa do plural, pronomes que servem para contatar o interlocutor – considerados de segunda pessoa: você, seu, sua –, pergunta retórica e imperaIvo]. No texto em questão, a estratégia usada para se entrar em contato com o leitor foi o imperaIvo. Marque-se, pois, a letra “b”. conteúdos abordados na questão gênero textual: propaganda, processos de interação discursiva
  33. 33. QUESTÃO 11 revisional prevê para o ENEM-2016 Considerando a intencionalidade discursiva do cartaz, a sequência Ipológica predominante no texto é a a) exposiIva b) descriIva c) argumentaIva d) injunIva e) narraIva
  34. 34. SOLUÇÃO COMENTADA revisional prevê para o ENEM-2016 Se se atentar ao grande volume de verbos no imperaIvo presentes na segunda parte da propaganda e ao fato de que sua intencionalidade ensinar como evitar a propagação do Aedes aegyp;, deve-se assinalar a alternaIva “d”. conteúdos abordados na questão .pos textuais
  35. 35. De tudo ao meu amor serei atento Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto Que mesmo em face do maior encanto Dele se encante mais meu pensamento. MORAES, Vinícius de. Soneto do amor total. Disponível em: h/p://manoelneves.com. Acesso em: 21 out. 2016. Fragmento.
  36. 36. QUESTÃO 12 revisional prevê para o ENEM-2016 A conjunção QUE, presente no terceiro verso, estabelece, no texto, uma relação de: a) comparação b) proporção c) causa d) finalidade e) consequência
  37. 37. SOLUÇÃO COMENTADA revisional prevê para o ENEM-2016 No fragmento em análise, o encantamento é consequência da atenção [que o sujeito poéIco dedica ao seu amor]. Tal ideia pode ser percebida nos seguintes fragmentos: serei atento/ ... tanto/ que mesmo em face do maior encanto/ dele se encante mais meu pensamento. Ou seja: devido ao fato de o locutor estar atento à pessoa que ama, mesmo que veja mulher muito bela, ele há de se encantar ainda mais por aquela que escolheu amar. Marque-se a letra “e”. conteúdos abordados na questão valor dos ar.culadores
  38. 38. QUESTÃO 13 revisional prevê para o ENEM-2016 Os trechos transcritos das alternaIvas seguintes foram extraídos de Memórias de um sargento de milícias, de Manuel Antônio de Almeida. Em qual deles o verbo destacado indica um processo passado anterior a outro também passado? a) “E entrando repenInamente no quarto da sala, SAIU de lá armado com o espadim do uniforme”. b) “Daqui em diante, TRATAREMOS o nosso memorando pelo seu nome de baIsmo”. c) “Estava na porta da taverna, sentado sobre um saco, quando APARECEU-lhe o Leonardo”. d) A comadre CORRERA toda a cidade, e em parte alguma encontrara o Leonardo”. e) “Enquanto a comadre DISPUNHA seu plano de ataque contra José Manuel, Leonardo ardia em ciúmes”.
  39. 39. SOLUÇÃO COMENTADA revisional prevê para o ENEM-2016 O passado anterior a outro é o pretérito mais-que-perfeito, facilmente idenIficado pelas desinências ra e re átonas. Marque-se, pois, a letra “d”. conteúdos abordados na questão aspectos do verbo
  40. 40. SCHULZ, C. Disponível em: h/p://Iras-snoopy.blogspot.com. Acesso em 17 fev. 2015.
  41. 41. QUESTÃO 14 revisional prevê para o ENEM-2016 A Irinha apresenta, em sua composição, vários pronomes pessoais. Um deles foi usado em desvio quanto à norma-padrão do Português, já que se apresenta: a) ambíguo na estrutura em que se situa. b) inadequado quanto à pessoa gramaIcal a que se refere. c) perInente ao que prevê a gramáIca normaIva. d) posicionado de forma proclíIca, não enclíIca. e) uIlizado de maneira demasiadamente repeIIva.
  42. 42. SOLUÇÃO COMENTADA revisional prevê para o ENEM-2016 No segundo quadrinho, há um emprego incorreto, do ponto de vista da gramáIca tradicional, do pronome oblíquo átono “nos”. Tal incorreção deve-se ao fato de o referido elemento não pode iniciar frase. Deveria, pois, vir depois do verbo. Por isso, deve-se assinalar a alternaIva “d”. conteúdos abordados na questão coesão textual: elementos de retomada e de referência, colocação pronominal
  43. 43. Josefina sai cá fora e vem vê olha os forros ramiado vai chover vai trimina riduzi toda a criação das banda de lá do ri Gavião chiquêra pra cá já ronca o truvão Futuca a tuia, pega o catadô Vamos plantá feijão no pó Mãe Purdença inda num culheu o ai o ai rôxo essa lavora tardã diligença pega panicum balai vai cum tua irmã, vai num pulo só vai colhê o ai, ai da tua avó. MELO, E. F. Arrumação. In.: Elomar: na quadrada das águas perdidas. LP. Seminário Música de Agora na Bahia, 1978. Fragmento.
  44. 44. QUESTÃO 15 revisional prevê para o ENEM-2016 A leitura da canção manifesta aspectos do repertório linguísIco e cultural do Brasil. Para expressar melhor esse repertório, o compositor faz uso de vários recursos, como a) a adoção de uma ordem cronológica na narraIva, impedindo, assim, a construção de senIdo da letra da canção. b) a citação de vários elementos apicos da paisagem urbana para expressar a cultura regional brasileira. c) a omissão de alguns elementos da narraIva, como o uso de personagens para retratar vários aspectos da cultura brasileira. d) a emprego da norma-padrão da Língua Portuguesa para garanIr a expressão cultural do tema retratado na canção. e) a uIlização de expressões regionais que, embora possam inicialmente dificultar o entendimento, não impedem a construção de senIdo da canção.
  45. 45. SOLUÇÃO COMENTADA revisional prevê para o ENEM-2016 A linguagem de Elomar Figueira de Melo arIcula-se por intermédio da fusão de elementos regionais [oriundos do sertão nordesIno, notadamente baiano] e arcaicos. Tal mistura confere ao seu texto elevado grau de elaboração, mas permite, ao mesmo tempo, a fixação da memória cultural do povo brasileiro. Marque-se, pois, a letra “e”. conteúdos abordados na questão variação linguís.ca
  46. 46. SIGA-ME NAS REDES SOCIAIS!!! hOp://www.slideshare.net/ma.no.el.ne.ves hOps://www.facebook.com/nevesmanoel hOps://www.instagram.com/manoelnevesmn/ hOps://www.youtube.com/user/TheManoelNeves hOps://twiOer.com/Manoel_Neves
  47. 47. Conhece meu livro de redação para o ENEM? Vendas: www.manoelneves.com

×