Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.
Onde domina a resignação não há Design.
(Bonsiepe 2000)
NOVA visão do
design para
inovar e
solucionar
problemas;
PENSA com a
cabeça do
consumidor;
OUVE,
pesquisa, recolhe
dados.
...
VIA: OLOGIA
Tim Brown, CEO da Ideo
cunhou o termo para
expressar a diferença entre
ser designer e pensar como
designer.
Abordagem mais...
COMO FAZER?
Identificar o problema ou desejo do cliente;
Definir o ambiente e personagens do estudo;
Executar as etapas qu...
ETAPAS
1. Descobrir -> Buscar as necessidades do usuário
2. Interpretar -> Desenvolver um ponto de vista
3. Idealização ->...
1º etapa: observação e experimentação
prática. Aproximação entre designer e
usuários.
ETAPAS: DISVOVERY
ETNOGRAFIA
“É o mo...
1º etapa: observação e
experimentação prática.
Pesquisa sobre o
comportamento do consumidor
online através do
Monitorament...
ETAPAS: INTERPRETATION
2º etapa: organizar dados e ideias para desenvolver hipóteses,
oportunidades, desafios. e soluções.
ETAPAS: IDEATION
3º etapa: momento de refinar as ideias com o Brainstorm. O que é
gerado nesta etapa deve ter potencial pa...
ETAPAS: EXPERIMENTATION
4º etapa: as ideias criadas nesta etapa são as primeiras tentativas de
solução baseadas nos objeti...
ETAPAS: EVOLUTION
5º etapa: avaliar o que funcionou e não funcionou e chegar a
solução final.
APRESENTAÇÃO
Depois de tanto material
rico em informações, se
tem conteúdo suficiente
para elaborar uma bela
apresentação.
CASE: POSITIVO
OBJETIVO: Entender o que a classe média baixa do Brasil esperava de um
computador;
PESQUISA: Visita a dez c...
CASE: HAVAIANAS
OBJETIVO: Criar um novo produto;
PESQUISA: Feita nas praias brasileiras, além de Austrália, Índia, China,
...
NA PRÁTICA: NATURA
NA PRÁTICA: NATURA
ETNOGRAFIA
NA PRÁTICA: NATURA
NETNOGRAFIA
NA PRÁTICA: NATURA
PONTOS DE ATENÇÃO IDENTIFICADOS
• Homem é fiel ao produto;
• Homem sabe o que quer;
• Homem é prático;
...
NA PRÁTICA: NATURA
CONSIDERAÇÕES
Portal criado para que homem
entenda, conheça e “sinta” o
mundo de fragrâncias e
cosméticos Natura.
O desafio foi dar cara...
seres humanos são
DESIGN THINKERS
por natureza.
Design Thinking – Referências (algumas)
 http://vimeo.com/7953312;
 Texto: Arbex, Dafne Fonseca. Design Thinking como um...
Processo criativo
Processo criativo
Processo criativo
Processo criativo
Prochain SlideShare
Chargement dans…5
×

Processo criativo

1 136 vues

Publié le

Processo criativo e design thinking.

Publié dans : Design
  • Login to see the comments

Processo criativo

  1. 1. Onde domina a resignação não há Design. (Bonsiepe 2000)
  2. 2. NOVA visão do design para inovar e solucionar problemas; PENSA com a cabeça do consumidor; OUVE, pesquisa, recolhe dados. ACERTA na busca por soluções.
  3. 3. VIA: OLOGIA
  4. 4. Tim Brown, CEO da Ideo cunhou o termo para expressar a diferença entre ser designer e pensar como designer. Abordagem mais estratégica. Brown explica: enquanto os designers aprendem a solucionar as restrições, os design thinkers navegam nelas com criatividade. Isso acontece porque o foco é desviado do problema para o projeto.
  5. 5. COMO FAZER? Identificar o problema ou desejo do cliente; Definir o ambiente e personagens do estudo; Executar as etapas que são realizadas e avaliadas por uma equipe multidisciplinar, que traz olhares diversificados e oferecem interpretações variadas sobre o estudo.
  6. 6. ETAPAS 1. Descobrir -> Buscar as necessidades do usuário 2. Interpretar -> Desenvolver um ponto de vista 3. Idealização -> Gerar ideias para soluções 4. Experimentação -> Testar protótipos para chegar ao melhor 5. Evoluir - > Convergência de ideias
  7. 7. 1º etapa: observação e experimentação prática. Aproximação entre designer e usuários. ETAPAS: DISVOVERY ETNOGRAFIA “É o momento de ir pra rua, para os ambientes que compõem o universo do problema, ver e entender as pessoas afetadas pelo processo, seus hábitos, relacionamentos e diversos outros fatores que fazem parte da realidade do que está sendo estudado. Essa é a fase de etnografia, ou observação da realidade.” (Fonte: Ologia).
  8. 8. 1º etapa: observação e experimentação prática. Pesquisa sobre o comportamento do consumidor online através do Monitoramento. Descobrir o que internautas pensam e falam de determinado produto ou serviço. ETAPAS: DISVOVERY NETNOGRAFIA
  9. 9. ETAPAS: INTERPRETATION 2º etapa: organizar dados e ideias para desenvolver hipóteses, oportunidades, desafios. e soluções.
  10. 10. ETAPAS: IDEATION 3º etapa: momento de refinar as ideias com o Brainstorm. O que é gerado nesta etapa deve ter potencial para se tornar a solução final. Momento que pode ser revisado e analisado ao longo de todo o processo.
  11. 11. ETAPAS: EXPERIMENTATION 4º etapa: as ideias criadas nesta etapa são as primeiras tentativas de solução baseadas nos objetivos do negócio, na viabilidade tecnológica e nas necessidades humanas. A vantagem do Design Thinking é que os protótipos gerados são testados durante o processo e antes de se tomar decisões finais.
  12. 12. ETAPAS: EVOLUTION 5º etapa: avaliar o que funcionou e não funcionou e chegar a solução final.
  13. 13. APRESENTAÇÃO Depois de tanto material rico em informações, se tem conteúdo suficiente para elaborar uma bela apresentação.
  14. 14. CASE: POSITIVO OBJETIVO: Entender o que a classe média baixa do Brasil esperava de um computador; PESQUISA: Visita a dez casas na periferia de São Paulo e Rio de Janeiro; SOLUÇÃO: Foi identificado que as pessoas queriam um visual mais chamativo e praticidade na hora transportar o computador. O produto final foi o modelo Faces.
  15. 15. CASE: HAVAIANAS OBJETIVO: Criar um novo produto; PESQUISA: Feita nas praias brasileiras, além de Austrália, Índia, China, Estados Unidos, França e Inglaterra. Foi descoberto que o público tinha um espírito vibrante e apreciação pela simplicidade, autenticidade, diversão, alegria e conforto físico; SOLUÇÃO: Foi desenvolvido uma linha de sete bolsas emborrachadas úteis e coloridas, mantendo a herança brasileira da marca.
  16. 16. NA PRÁTICA: NATURA
  17. 17. NA PRÁTICA: NATURA ETNOGRAFIA
  18. 18. NA PRÁTICA: NATURA NETNOGRAFIA
  19. 19. NA PRÁTICA: NATURA PONTOS DE ATENÇÃO IDENTIFICADOS • Homem é fiel ao produto; • Homem sabe o que quer; • Homem é prático; • Mercado em expansão para o segmento; • Homem adora indicação;
  20. 20. NA PRÁTICA: NATURA CONSIDERAÇÕES
  21. 21. Portal criado para que homem entenda, conheça e “sinta” o mundo de fragrâncias e cosméticos Natura. O desafio foi dar características para cada produto da linha Masculina e assim levar o produto certo para cada perfil de consumidor. Trabalho desenvolvido no curso da Ibmec. Integrantes: Clarissa, Daniela, Raoni e Guilherme.
  22. 22. seres humanos são DESIGN THINKERS por natureza.
  23. 23. Design Thinking – Referências (algumas)  http://vimeo.com/7953312;  Texto: Arbex, Dafne Fonseca. Design Thinking como um processo iterativo para a inovação.  E-book: Design Thinking – Inovação em Negócios - http://livrodesignthinking.com.br/  Filme: Design & Thinking: http://youtu.be/uilcaXYnluU  Livro: ‘Design Thinking: uma metodologia poderosa para decretar o fim das velhas ideias’ Tim Brown

×