Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

LBJ LIÇÃO 7 - O PAPEL DA ESPOSA NA FAMÍLIA

18 757 vues

Publié le

Assista os vídeos com estudos bíblicos e baixe os arquivos de slides referentes aos vídeos no meu blog:
http://goo.gl/PPDRnr

Se você gostar deste vídeo, favor clicar no ícone "gostei", que fica logo abaixo, lado esquerdo do vídeo.

Ajude-nos a ajudar outras pessoas e contribuir para a melhoria da EBD:
Favor divulgar este vídeo para sua rede social e também em sua igreja.

Publié dans : Formation
  • é muito ótimo para o apredizagem da gente
       Répondre 
    Voulez-vous vraiment ?  Oui  Non
    Votre message apparaîtra ici

LBJ LIÇÃO 7 - O PAPEL DA ESPOSA NA FAMÍLIA

  1. 1. Durante a semana poderá haver atualizações de conteúdo. Favor retornar para verificar.
  2. 2. TEXTO DO DIA "A mulher virtuosa é a coroa do seu marido, mas a que procede vergonhosamente é como apodrecimento nos seus ossos." (Pv 12.4)
  3. 3. SÍNTESE A nobre função da esposa como adjutora reflete o cuidado de um Deus amoroso, que viu não ser bom o homem estar só.
  4. 4. OBJETIVOS
  5. 5. • SABER que a mulher foi criada para ser adjutora; • DISCORRER sobre o papel da mulher no núcleo familiar, seja em relação a Deus, ao marido ou aos filhos; • RECONHECER a extraordinária capacidade geradora da mulher, a qual foi concedida pelo Criador.
  6. 6. LEITURA BÍBLICA
  7. 7. Provérbios 31.10-14 Álefe 10. Mulher virtuosa, quem a achará? O seu valor muito excede o de rubins. Bete. 11. O coração do seu marido está nela confiado, e a ela nenhuma fazenda faltará. Guímel. 12. Ela lhe faz bem e não mal, todos os dias da sua vida. Dálete. 13. Busca lã e linho e trabalha de boa vontade com as suas mãos. Hê. 14. É como o navio mercante: de longe traz o seu pão.
  8. 8. SUBSÍDIOS
  9. 9. SUBSÍDIOS "[...] Hoje em dia, os papéis e as responsabilidades são encarados como separados à identidade essencial de alguém, o núcleo central de alguém, e até mesmo contraditórios a isso. O ser pode aceitar ou rejeitar estas responsabilidades no processo de autonegação. Isto pode parecer abstrato, mas tem consequências práticas intensas. Um dos temas do movimento feminista radical tem sido o de que as mulheres são sufocadas pelos papéis de esposa e mãe e precisam descobrir o seu verdadeiro ser independentemente destes relacionamentos. Como resultado, as últimas décadas viram uma grande migração de mulheres para o mercado de trabalho, quando a realização pessoal se torna mais importante do que o casamento e a família para algumas mulheres. O agudo crescimento do aborto pode ser visto como um forte indicador de uma diminuição do interesse em ter filhos. De maneira similar, o crescente uso de creches reflete, em parte, um menor comprometimento em ser quem cuida dos próprios filhos. O Dr. Stanley Greenspan [...] observa que esta é a primeira vez na história em que existe uma tendência crescente nas famílias de classe média 'de terceirizar o cuidado dos seus bebês' (COLSON, 2006, p. 77).
  10. 10. INTRODUÇÃO
  11. 11. INTRODUÇÃO • A mulher e a companheira que auxilia e caminha junto com o esposo (Gn 2.18). • Uma mulher, pode se realizar profissionalmente e tornar-se independente financeiramente, mas pela sua natureza sentirá a necessidade de ser amada, cuidada e protegida por um homem. • Homem e mulher não é questão de superioridade ou inferioridade, mas complementariedade. • Homem e mulher: um complementa o outro.
  12. 12. I – PRECEDENTES HISTÓRICOS
  13. 13. 1. Amizade perigosa • Exemplo do relato da criação: o isolamento pode ser favorável à influências negativas ao casamento. O melhor amigo da esposa deve ser o esposo e a melhor amiga do esposo deve ser a esposa. • Quando a pessoa se sente “incompleta” tem a tendência de buscar o complemento (Eva; Pv 27.20). Por isso, a importância da boa comunicação entre o casal. • O engano geralmente vem de palavras doces, desafiadoras e confortantes. • A erros que trazem consequências sem volta, por mais que seja possível amenizar a situação o dor e o sofrimento são consequências.
  14. 14. 2. Insubmissão • Tomada de ações que envolvem o casal sem comunicação entre eles pode ser “fatal” para o relacionamento (Gn 2.18). • A arrogância e prepotência é um perigo (Pv 26.12). • Qual o equilíbrio na relação conjugal? • O extremismo é prejudicial em todos os casos, por isso, o bem senso na relação sempre traz benefícios. • Na tomada de ação, a felicidade e bem estar da família deve ter prioridade.
  15. 15. 3. Decisão emocional • Fatores que favorecem uma decisão emocional e equivocada: estar em lugar perigoso (Pv 27.12) e uma atitude extremamente imprudente (Sl 1.1). • As práticas preponderantes influenciadas pelo sistema dominante de nosso século induz a um desejo descontrolado pelo poder e dominação, causa de perda nos relacionamentos. • Decisões movidas simplesmente pela emoção levam as pessoas a não analisar as consequências. • Que a paz de Deus seja o árbitro em suas decisões (Cl 3.15).
  16. 16. PENSE Por que homens e mulheres repetem os erros cometidos por Eva, milhares de vezes, todos os dias, em todo o mundo, se já sabem qual o salário do pecado?
  17. 17. PONTO IMPORTANTE O pecado entorpece a consciência, seja pelas circunstâncias, pelas vantagens oferecidas ou simplesmente pela emoção, mas depois ele cobra um alto preço.
  18. 18. II – A BRILHANTE ADJUTORA
  19. 19. 1. Em relação a Deus • Deus sempre dá uma mensagem de esperança e valoriza as virtudes (Gn 3.15). • A mulher (adjuntora) tem um papel fundamental na edificação da família, no encorajamento do esposo e filhos na sua relação com Deus. • Todavia, a mulher imprudente pode “destruir” os alicerces da família (Pv 14.1) por meio de comportamentos intempestivos. • Essa liderança espiritual no lar, em parceria com o marido, pode ser claramente observada nas Escrituras (Êx 2.1-10; 1 Sm 2.18-20; Pv 31.1; 1 Co 7.14; 1 Pe 3.1,2).
  20. 20. 2. Em relação ao marido • O texto bíblico orienta à mulher “submissão” ao esposo “no Senhor”. O que isso significa? • Não significa uma obediência cega (1 Sm 25.1-35). A Palavra de deus deve seu referencial. • Ela é adjutora, constituída por Deus, mas somente para o bem, nunca para o mal. • Perigo de amar mais ao cônjuge do que ao próprio Deus (At 5.1-11). • O dever da esposa cristã é ser um baluarte da família, conduzindo-a ao centro da vontade de Deus, em parceria, sempre, com o esposo.
  21. 21. 3. Em relação aos filhos • O papel de cuidar dos filhos deve ser compartilhado entre marido e esposa. • A mulher desde o início da vida dos filhos tem um contato mais direto e próximo (alimentação, acompanhamentos dos primeiros meses/anos, entre outros). • O amor de mãe, máximo referencial humano, que simboliza o amor de Deus (Is 49.15). • Essa proximidade deve ser utilizada para fortalecer a educação dos filhos, levando-os ao crescimento em todas as áreas, em especial no relacionamento com Deus. • Exemplo positivo do relacionamento da mãe e avó de Timóteo (2 Tm 1.4,5).
  22. 22. PENSE A esposa deve se sentir honrada por ter recebido de Deus uma "submissão" em relação ao seu esposo, no que se refere à liderança no lar?
  23. 23. PONTO IMPORTANTE Submissão é um dos diferenciais de quem é cheio do Espírito Santo, como o foi Jesus. Por tal razão, ser submisso é uma honra, pois demonstra grandeza de caráter e fé.
  24. 24. III – CRIADA PARA GERAR
  25. 25. 1. Semente da vida • A maternidade é um dom de Deus. O prazer de ter um filho supera a dor da gestação. • Atualmente, alguns casais tem optado por não ter filhos por vários motivos (tempo necessário para educar filhos, medo da gravidez, medo do futuro para os filhos, estética, entre outros). • O cristão deve valorizar esse dom de Deus, o dom da vida que é permitido somente às mulheres. O que fortifica ainda mais o padrão bíblico para a família.
  26. 26. 2. Semente da Salvação • Todas pessoas receberam o dom da vida por meio de uma mulher. Inclusive o Messias (Gn 3.15). • Que privilégio para a mulher! • Paulo afirma: "mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos" (Gl 4.4,5). • Glória a Deus pelo dom inefável da vida eterna por meio de Cristo, Salvador da humanidade.
  27. 27. 3. Sonhos • Mulheres, na direção de Deus, encorajam os sonhos dos membros da família, bem como não desistem de seus próprios sonhos (Gn 30.22,23; 1 Sm 1.5,6). • Um exemplo de luta e coragem para a família (Jz 1.12-15). • Um exemplo de dedicação aos familiares, em especial, aos idosos e desamparados (Rt 2.11,12). • A determinação da moabita Rute a tornou em uma das ascendentes do Senhor Jesus, constando na sua genealogia(Ef 3.20). • Se você quer ter algo que nunca teve, faça algo que nunca fez!
  28. 28. PENSE Por que o Espírito Santo outorga, em regra, às mulheres submissas a capacidade de verem pela fé as coisas do futuro, que estão no coração de Deus?
  29. 29. PONTO IMPORTANTE A sensibilidade, fé e submissão femininas agradam a Deus, que não lhes priva dos desejos do coração (Sl 51.17; 37.3), concebidos na confiança do caráter de Deus que é gracioso.
  30. 30. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  31. 31. Nesta lição aprendemos que: 1. O homem e a mulher se complementam e devem tomar as principais decisões familiares em conjunto. 2. O amor de mãe tem um papel fundamental para o bom relacionamento entre os membros da família e na relação com Deus. 3. Toda jovem, futura mamãe, desempenhará uma importante missão para o Reino de Deus: conduzir seus descendentes, em parceria com o marido, para servirem ao Senhor.
  32. 32. REFERÊNCIAS ADEI, Stephen. Seja o Líder que Sua Família Precisa. Rio de Janeiro: CPAD, 2010. BENTHO, Esdras Costa. A Família no Antigo Testamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2011. COLLINS, Gary. Aconselhamento cristão: século XXI. São Paulo: Vida Nova, 2004. COLSON, Charles; PEARCEY, Nancy. E Agora, como Viveremos? 2.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2000. GOMER, Ralph. Usos e Costumes dos Tempos Bíblicos. Rio de Janeiro: CPAD, 2002. JAYNES, Sharon. Grandes Mães Criam Filhos Felizes. Rio de Janeiro: CPAD, 2013. LIÇÕES BÍBLICAS JOVENS. Eu e minha casa: orientações da Palavra de Deus para a família do século XXI. Reynaldo Odilo (comentarista). Rio de Janeiro: 2016.
  33. 33. REFERÊNCIAS LIMA, Elinaldo Renovato de. A Família Cristã e os Ataques do Inimigo. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2012. ODILO, Reynaldo. Eu e minha casa: orientações da Palavra de Deus para a família do século XXI. Rio de Janeiro: 2016. RAMOS, Sônia Pires. Entre Nós Mulheres. Rio de Janeiro: CPAD, 2012 ROBERTS, Wes; WRIGTH, H. Norman. Antes do Sim. Rio de Janeiro:CPAD, 2015. SWINDOLL, Charles R. Vivendo Provérbios. Rio de Janeiro: CPAD, 2013 WARREN, Meio Clark. Encontrando o Amor de Sua Vida. Rio de Janeiro: CPAD, 2011. WRIGHT, H. Norman. Guia de Aconselhamento Pré-Nupcial. Rio de Janeiro: CPAD, 2012.
  34. 34. Pr. Natalino das Neves www.natalinodasneves.blogspot.com.br Contatos: natalino6612@gmail.com (41) 8409 8094

×