Ce diaporama a bien été signalé.
Le téléchargement de votre SlideShare est en cours. ×

3 rão sábado 10 de setembro 2022 aspectos polulacionais de Rondônia (1).pptx

Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Chargement dans…3
×

Consultez-les par la suite

1 sur 19 Publicité
Publicité

Plus De Contenu Connexe

Plus récents (20)

Publicité

3 rão sábado 10 de setembro 2022 aspectos polulacionais de Rondônia (1).pptx

  1. 1. GEOGRAFIA DE RONDÔNIA 3°BIMESTRE PROFESSORA: MANUELA
  2. 2. A criação do Território Federal do Guaporé ocorreu em 1945, sendo alterado para Território Federal de Rondônia em 1956, em homenagem ao Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon. Em 1981, o Congresso aprovou a elevação do território de Rondônia a estado da União e no ano seguinte foi instalado o governo do novo estado, com a posse de Jorge Teixeira de Oliveira
  3. 3. LEI COMPLEMENTAR Nº 41, DE 22 DE DEZEMBRO DE 1981 Cria o Estado de Rondônia, e dá outras providências. Art. 1º - Fica criado o Estado de Rondônia, mediante a elevação do Território Federal do mesmo nome a essa condição, mantidos os seus atuais limites e confrontações. E em 04 de Janeiro de 1982, o Estado é instalado, tendo como seu primeiro governador o Coronel Jorge Teixeira. Nesse mesmo período, é implantada a sua organização político administrativa, são criados novos municípios e a urbanização é acelerada.
  4. 4. RONDÔNIA - ASPECTOS GERAIS DO ESTADO DE RONDÔNIA https://brasilcc.blogspot.com/2011/02/rondonia-aspectos-gerais-do-estado-de.html
  5. 5. RONDÔNIA LOCALIZAÇÃO: Rondônia fica no Sudoeste da região Norte FRONTEIRAS: Norte = Amazonas; Sul = Bolívia; Leste = Mato Grosso; Sul e Oeste = Bolívia; Oeste = Acre ÁREA (km²): 238.512,8 RELEVO: planície a Oeste, depressões e pequenos planaltos a Norte, planalto a Sudeste. Seu relevo é suavemente ondulado; 94% do território encontra-se entre as altitudes de 100 e 600m RIOS PRINCIPAIS: Madeira, Ji-Paraná, Guaporé, Mamoré VEGETAÇÃO: Floresta Amazônica e cerrado a oeste CLIMA: equatorial CIDADES MAIS POPULOSAS: Porto Velho, Ji-Paraná, Ariquemes, Cacoal, Vilhena HORA LOCAL (em relação a Brasília): - 1h HABITANTE: rondoniense POPULAÇÃO: 1.578.787 (2011) DENSIDADE: 5,78 habitantes p/km2 ANALFABETISMO: 7,5% (2011) MORTALIDADE INFANTIL: 20,3 CAPITAL: Porto Velho, fundada em 2/10/1914 HABITANTE DA CAPITAL: porto-velhense
  6. 6. POPULAÇÃO DE RONDÔNIA EM 2020 A população de Rondônia é de 1.796.460 habitantes, de acordo com as estimativas de 2020 do IBGE. No último Censo, realizado em 2010, esse valor era de 1.562.409 pessoas, colocando o estado entre os menos populosos do país.
  7. 7. A economia se baseia na agricultura (café, cacau, arroz, mandioca, milho, soja), no extrativismo (borracha, madeira, minérios) e na pecuária. Somente algumas missões religiosas se haviam aventurado pela região até o século 17. Com a descoberta do ouro no vale do rio Cuiabá, no século 18, os bandeirantes começaram a explorar o vale do rio Guaporé. Um fator importante para a colonização foi o auge do ciclo da borracha, no final do século 19, quando muitos nordestinos migraram para a área. O início da construção da ferrovia Madeira-Mamoré, em 1907, constituiu outro impulso para o povoamento. Em 1943, foi criado o Território Federal de Guaporé, em terras desmembradas do Amazonas e do Mato Grosso. O território recebeu o nome de Rondônia em 1956, em homenagem a Cândido Rondon, o desbravador da região. A descoberta de cassiterita estimulou a economia local e, em 1981, Rondônia tornou-se Estado. Já naquela época, milhares de famílias que viviam na região aguardavam a distribuição de terras pelo Incra, situação que ainda não encontrou
  8. 8. CICLO DO OURO NO VALE DO GUAPORÉ, 1730 – 1790 Seu início ocorreu a partir da descoberta das minas de ouro ao longo dos rios Cuiabá e Coxipó- Mirim, nos anos 1718 e 1723, pelos bandeirantes luso-brasileiros Pascoal Moreira Cabral e Miguel Subtil, respectivamente. A partir desses eventos o foco da política portuguesa para a Amazônia foi alterado e a região onde surgiria a cidade de Cuiabá se tornaria na porção mais populosa da Capitania de São Paulo, com a intensa penetração de contingentes migratórios destinados à exploração aurífera e ao comércio que se formava nas áreas do garimpo. No entanto, a atividade garimpeira sofreu modificação de espacial, a partir do início da década de 1730, quando os irmãos Fernando e Arthur Paes de Barros decidiram afastar-se da Vila de Cuiabá e aprofundar a linha de pesquisa de ouro à região que eles passariam a denominar Mato Grosso – o Vale do Guaporé. Nesta vasta área territorial, até então sob o domínio espanhol, eles descobriram os rios de ouro – Guaporé, Sararé, Corumbiara e Galera.
  9. 9. Municípios do Estado de Rondônia
  10. 10. https://www.rondoniagora.com/cidades/saiba-tudo-sobre-os-52-municipios-de-rondonia
  11. 11. https://mundoeducacao.uol.com.br/geografia/rondonia.htm#:~:text=A%20popula%C3%A7%C3%A3o%20de%20Rond%C3 %B4nia%20%C3%A9,%C3%A9%20muito%20significativa%20no%20estado. Demografia de Rondônia A população de Rondônia é composta por 1.796.460 pessoas, sendo que a maioria dos habitantes do estado é descendente de imigrantes de diversas regiões do Brasil, que emigraram para a região ao longo do século XX. Além deles, a população indígena é muito significativa no estado. A maior cidade de Rondônia é a capital, Porto Velho, que possui 539.354 habitantes. Além da capital, outras cidades que têm mais de 100 mil habitantes são Ji- Paraná, Ariquemes e Vilhena. O estado possui baixa densidade demográfica, e a expansão da fronteira agrícola vem atraindo novos migrantes para a região, em razão da grande oferta de terras disponíveis.
  12. 12. Economia de Rondônia O cenário econômico de Rondônia é caracterizado pelas atividades agropecuárias. O setor primário é responsável pelas principais trocas comerciais do estado, com destaque para a produção de carne bovina e de soja. O número de plantações de grãos no estado vem aumentando significativamente nos últimos anos, assim como a criação de gado de corte. Além da agropecuária, o setor primário do estado é composto pelas atividades extrativistas, como a extração de madeira e a produção de estanho. O setor secundário é muito pequeno e está voltado para as atividades do agronegócio, como os frigoríferos e as beneficiadoras de alimentos. Já no setor terciário, predominam as atividades comerciais e o funcionalismo público, que tem um peso muito grande na economia do estado.
  13. 13. A capital de Rondônia, Porto Velho, é banhada pelo rio Madeira, uma importante via de transporte do estado.
  14. 14. Infraestrutura de Rondônia A infraestrutura rondoniense é composta por uma rede de rodovias, muitas com problemas estruturais, assim como por equipamentos como o Aeroporto Internacional de Porto Velho e a ferrovia Madeira-Mamoré. No entanto, o principal modal de transporte estadual são as hidrovias, com destaque para a hidrovia do Madeira, que liga Rondônia até o Amazonas, sendo um dos vetores de transporte da produção agrícola do estado. No interior de Rondônia, há diversos portos fluviais, assim como é muito usual o uso de rios menores para o transporte doméstico. Os rios, aliás, têm um grande protagonismo na infraestrutura do estado, uma vez que em Rondônia estão localizadas duas das mais importantes hidroelétricas do Brasil, as usinas de Santo Antônio e Jirau. Quanto aos serviços públicos, a saúde e a educação possuem uma extensa rede pública, composta por diversos equipamentos de ensino. O estado de Rondônia possui uma boa cobertura de hospitais e escolas, com destaque para as escolas indígenas, localizadas nas aldeias indígenas do estado.
  15. 15. Cultura de Rondônia A cultura de Rondônia foi formada pelos diferentes povos que emigraram para o estado ao longo do século XX, com destaque para sulistas e nordestinos. Além disso, o estado possui forte presença indígena, sendo que a sociedade local incorporou costumes e tradições desses povos no seu cotidiano. Além do Carnaval, o estado possui grandes Festas Juninas, em razão da influência dos imigrantes nordestinos, e também muitas feiras agropecuárias, uma influência da população do centro–sul do Brasil que emigrou para o estado. O esporte mais praticado localmente é o futebol, e a alimentação é baseada no consumo de carne bovina, além de peixes e farinha de mandioca.
  16. 16. Bandeira de Rondônia
  17. 17. http://rondoniaemsala.blogspot.com/2014/01/ Aspectos Econômicos de RO Vários ciclos econômicos fizeram parte do desenvolvimento regional, mas, na atualidade, predomina o agropecuário, com destaque para a cafeicultura e bovinocultura (gado leiteiro e de corte) entre outros produtos e um setor industrial nascente. O primeiro ciclo econômico ocorreu com as descobertas de ouro no rio Corumbiara, afluente da margem direita do rio Guaporé, a partir de 1744; nessa mesma época houve também o período das drogas do sertão, mas o primeiro grande ciclo econômico foi o da borracha.
  18. 18. Na atualidade, Rondônia é o 5º maior estado brasileiro na produção de café. O rebanho bovino sempre continuou crescendo e é predominante em todo o Estado, formando uma grande bacia leiteira, com destaque para a região de Ouro Preto, Jaru e Ji-Paraná. Outros investimentos já começam a florescer, na economia regional, são plantações de pupunha (palmito, piscicultura), e o cultivo de soja e arroz, em áreas mecanizadas, no sul do Estado. Rondônia é um Estado de vocação agropecuária, o solo rondoniense produz, não só os já citados produtos, mas uma diversidade de cereais, frutos, verduras e legumes.
  19. 19. Ciclos econômicos e ciclos migratórios CICLO DO OURO NO VALE DO GUAPORÉ, NO SÉCULO XVIII 2 CICLOS DA BORRACHA CICLO FERROVIÁRIO CICLO TELEGRÁFICO CICLO DA CASSITERITA CICLO DA BR 364 CICLO AGRÍCOLA CICLO DO OURO NO VALE DO MADEIRA CICLO DAS USINAS DO MADEIRA

×