Ce diaporama a bien été signalé.
Le téléchargement de votre SlideShare est en cours. ×

Funcionalidades Oracle

Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Prochain SlideShare
Intro Arquitetura Oracle
Intro Arquitetura Oracle
Chargement dans…3
×

Consultez-les par la suite

1 sur 34 Publicité
Publicité

Plus De Contenu Connexe

Diaporamas pour vous (20)

Les utilisateurs ont également aimé (20)

Publicité

Similaire à Funcionalidades Oracle (20)

Plus récents (20)

Publicité

Funcionalidades Oracle

  1. 1. Funcionalidades do SGDB Oracle Por: Ulisses da Silva Jardim e Harly Carreiro Varão
  2. 2. História  É pioneiro na tecnologia de BDRs, sendo o mais respeitado, e unaminidade;  É possuído pela empresa de mesmo nome a Oracle Corporation;  Foi o ”carro-chefe” da Oracle corporation;  Hoje encontra-se na versão 11g;
  3. 3. Organização física  Arquivos em disco (datafiles);  Áreas de memória;
  4. 4. Organização lógica  Objetos são organizados em esquemas por usuários;  Esquemas são o conjunto de objetos de usuários;  O primeiro usuário que já vem no Oracle é o sys;  Os objetos já existentes no oracle fazem parte do esquema do usuário sys na tablespace system;
  5. 5. Organização lógica  Todos os objetos do tablespace system e pertencentes ao usuários sys, são para administração do banco de dados;
  6. 6. Esquema lógico • Tabelas • Índices • Visões • Sequencias • Procedures • Functions • Triggers • Package • etc.
  7. 7. Arquivos  Datafiles: São os arquivos que contém físicamente as tabelas, índices, e etc.  Controlfiles: São os arquivos de controle do BD, responsáveis por sincronizar as alterações nos arquivos do BD;  Redo Log Files: Históricos de transações comitadas;  Arquivos de log;
  8. 8. Instancia Oracle  PGA Oracle - Área privada da sessão;  SGA – Área de tráfego das sqls;
  9. 9. Tablespaces  São subdivisões lógicas em um BD, que agrupam objetos relacionados;  Uma tablespace pode ser gravada em vários datafiles;  Vários usuários podem escrever na mesma tablespace;
  10. 10. Backup e Recover  Exportação: Ato de colocar uma base de dados ou o schema de usuário em um outro SGBD Oracle;  Importação: O inverso da exportação. Receber uma base de dados ou schema de usuário de um outro SGBD Oracle;  Importante: Para ex/importar são usados os datafiles;
  11. 11. ColdBackup  Backup simples: Com o banco desligado copia- se os arquivos e depois liga-se o banco;
  12. 12. HotBackup  Backup com o banco em funcionamento, porém o mesmo deve estar no modo ARCHIVELOG.
  13. 13. Recover Instância Derrubada Recuperação automática – basta religa-la ControFile Inacessível Basta alterar o parâmetro control_file para que não faca referencia ao arquivo perdido: Caso, todos tenha sido perdidos : alter database backup controlfile to trace; create control file; DataFile Inacessível Alter database mount; Alter database datafile ______ offline drop; LogFile Inacessível Impossivel de recuperalos, Devem ser multiplexados ou constar em discos espelhados; RMAN
  14. 14. Objetos lógicos - Database  É uma coleção de dados vista como unidade. (Oracle).  Armazena e recupera as informações.  Tem uma estrutura física e lógica.  Pode ser executado em múltiplos nós.  É carregado dentro de uma instância.
  15. 15. Objetos lógicos – Database link  É um recurso que permite uma base de dados acessar objetos em outra base de dados. Para isso, não é necessário que esta outra base de dados esteja num SGBD Oracle.  Para criar um database link simples, basta a partir da base de dados que está logado, dar o seguinte comando: create database link link_to_cadastro_cidades connect to cidades_usr using 'senha_cidades_usr';
  16. 16. Objetos lógicos - sequence  É um objeto utilizado para gerar uma sequência númerica.  Exemplo de criação de sequence: CREATE SEQUENCE supplier_seq MINVALUE 1 MAXVALUE 999999999999999999999999999 START WITH 1 INCREMENT BY 1 CACHE 20;
  17. 17. Objetos lógicos - sinônimos  É um apelido para os objetos no banco de dados.  Geralmente é utilizado para dar nomes mas curtos, e menos complexos a objetos do banco.  Por exemplo, digamos que para acessar a tabela cidades é necessário utilizar o seguinte texto: link_to_cadastro_cidades@cidades  É possível definir um sinônimo para a seguinte tabela como abaixo: create or replace synonym cidades to link_to_cadastro_cidades@cidades
  18. 18. Objetos lógicos - tabela  unidade básica de armazenamento no banco de dados oracle. Cada tabela é constituída por linhas e colunas.  Exemplo de criação de tabela:  CREATE TABLE employees_demo (  employee_id NUMBER(6),  first_name VARCHAR2(20),  last_name VARCHAR2(25)  CONSTRAINT emp_last_name_nn NOT NULL,  email VARCHAR2(25)  );
  19. 19. Objetos lógicos - índices  objetos que são associados a tabelas, para melhorar a performance na recuperação de dados.  Exemplo de criação de índice:  CREATE INDEX ord_customer_ix ON orders (customer_id);
  20. 20. Objetos lógicos - triggers  Gatilhos são procedimentos que são armazenados no banco de dados, e rodam implicitamente de acordo com eventos gerados nas tabelas.  Gatilhos são excelentes mecanismos para auditoria no banco de dados, pois com elas é possível executar código de acordo com determinadas condições.
  21. 21. Objetos lógicos - triggers  Uma gatilho no oracle é constituída de três partes:  1. O evento que dispara o gatilho;  2. A condição para execução do gatilho;  3. O código de negócio do gatilho;
  22. 22. Objetos lógicos - constraints  São restrições que você estabelece para um campo da tabela. As constraints pode ser do seguintes tipos:  - Primary Key (PK): cria um índice único para um conjunto de colunas ou uma coluna para Chave Primaria;  - Unique: determina que um campo não poderá ter dois registros com o mesmo valor;  -Foreign Key (FK ou Chave Estrangeira): determina um campo ou um conjunto de campos que possuem valores em outras tabelas;
  23. 23. Objetos lógicos - constraints  -Check: Especifica a condição que o campo precisa ter para ser salvo;  -Not Null: Determina que o campo tem preenchimento obrigatório.
  24. 24. Objetos lógicos - constraints  CREATE TABLE EMPREGADOS (  COD NUMBER(6) NOT NULL CONSTRAINT CODEMP_PK PRIMARY KEY,  NOME VARCHAR2(20) NOT NULL,  DEPARTAMENTO VARCHAR2(40) NOT NULL CONSTRAINT DEPTO_FK REFERENCES DEPTO INITIALLY DEFERRED,  SEXO CHAR(1) NOT NULL CONSTRAINT CHECK_SEXO CHECK (SEXO IN ('F','M')),  IDADE NUMBER(2) CONSTRAINT CHECK_IDADE CHECK (IDADE > 18),  EMAIL VARCHAR2(40) NOT NULL UNIQUE  )TABLESPACE USERS;
  25. 25. Objetos lógicos - visão  Uma visão é uma simples representação em memória de uma consulta SQL que pode ser reusada.  Visões não geram nenhum tipo de armazenamento na base de dados, a não ser uma entrada no dicionário de dados do Oracle.
  26. 26. Linguagem PL/SQL  É uma linguagem procedural utilizada para construir programas em um banco de dados Oracle.  PL/SQL estende a SQL, adicionando construções encontradas em linguagem procedurais (como funções, procedimentos, laços de repetição, estruturas condicionais), o que resulta em uma linguagem estruturada mais poderosa que a SQL.  A unidade básica na PL/SQL é o bloco. Todos os programas PL/SQL são feitos em blocos, os quais podem ser aninhados. Geralmente, cada bloco executa uma ação lógica no programa.
  27. 27. Linguagem PL/SQL  declare  /* seção declarativa utilizada para mencionar as variáveis, tipos que farão parte do programa */  begin  /* comandos PL/SQL são feitos aqui */  exception  /* manipulação de exceções */  end;
  28. 28. Linguagem PL/SQL  Funcões, procedures, cursores, pacotes.
  29. 29. Gerenciamento de usuários  É um nome definido no BD que representa um conjunto de permissões para acesso aos objetos do BD de acordo com condições estabelecidas pelo administrador do BD.  Todo usuário está ligado a uma tablespace, se nenhuma tablespace for indicada no comando de criação ele estará ligado ao tablespace SYSTEM.
  30. 30. Gerenciamento de usuários  Schema - é um conjunto de objetos(tabelas, índices, visões e etc) pertencentes a um usuário.  Papel(Role) - Conjunto de privilégios agrupados com um nome. Facilita gerência de privilégios.  Perfil(Profile) - Limites que restringem as ações de um usuário.
  31. 31. Gerenciamento de usuários  Existem dois tipos de permissão para usuários no Oracle:  - De conexão (só conecta);  - De possuir recursos (pode criar objetos);  Role - É um grupo de privilégios reunidos sobre um único nome, que pode ser concedido a um ou mais usuários e roles.  Roles tanto para DDL quanto para DML.
  32. 32. Gerenciamento de usuários  Para verificar os privilégios dos usuários:  select * from dba_sys_privs;
  33. 33. Criar usuário  create user ulisses identified by '123'  default tablespace sistema_meu  quota 1M on users  profile default  Account unlock;  Grant Connect, Resource to ulisses;
  34. 34. Gerenciamento de usuários  Alguns privilégios só o DBA pode dar, por exemplo para execução de comandos DDL.  Outros só o dono do schema pode dar:  DML – tabelas, visões, índices;

×